Nos últimos dias, todo mundo aderiu à moda de ficar mais velho no Faceapp, fora a brincadeira a discussão sobre o roubo de dados na internet veio à tona. Calma! Na verdade a maioria dos dispositivos e redes sociais que estamos acostumados a acessar, pedem nossos dados para diversos fins. E, sem querer, nós aceitamos os termos de uso, aquelas letrinhas minúsculas no final da página, sem nos darmos conta.

 

O que é o Faceapp?

 

O FaceApp é um aplicativo disponível para Android e IOS, de origem russa e surgiu em 2017. Ele utiliza inteligência artificial para modificar o rosto das pessoas, com aparência envelhecida, rejuvenescida, ou diferentes cortes de cabelo.

 

Com mais de 50 milhões de downloads só na Play Store, a plataforma do Android, é o aplicativo gratuito mais baixado. Além disso, a empresa vende filtros pagos e exibe anúncios para os usuários. Qual o problema nisso tudo? A questão é que os dados, no caso as fotos que você compartilha podem ser armazenadas em um banco de dados e utilizadas futuramente pelo aplicativo. Nada foi confirmado até o momento, mas estão nas entrelinhas dos termos de uso.

 

Os aplicativos dessa natureza, e as próprias redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter) não podem oferecer nossos dados a terceiros. Porém, não é novidade que muitas informações já vazaram e foram vendidas ou cedidas para empresas privadas. Relembre o caso Facebook

 

A dica é estar sempre atento onde você insere seus dados e os riscos que isso implicará. A internet é maravilhosa em termos de conteúdo, aprendizado e entretenimento, mas não deixe de ficar ligado!  

 

 

Procon lança campanha Navegue Seguro

 

No mês de agosto, o Procon de Caxias do Sul lança a campanha Navegue Seguro, um alerta aos pais, professores e alunos sobre o uso da  internet e os perigos que ela oferece.

 

Com o título Navegue Seguro, a campanha aborda a internet fazendo uma analogia ao mar de possibilidades, oportunidades e também perigo que ela oferece aos jovens. Por isso, é preciso seguir regras e ter uma conduta com muita responsabilidade. Devemos navegar com muita cautela para aproveitar o melhor da internet.

A busca por incentivar posturas positivas frente aos desafios online, deve ser constante. Por isso, é muito importante discutir, planejar e incentivar o uso seguro, legal, ético e responsável da internet.

 

 

 

Referências:

https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2019/07/16/faceapp-por-que-o-app-que-te-deixa-velho-ameaca-sua-privacidade.htm