A Black Friday é a data mais famosa do varejo no mundo inteiro, ela acontece na quarta sexta-feira de novembro, um dia após o feriado americano de Ação de Graças. A data comercial surgiu nos EUA e se espalhou para todos os continentes. Aqui no Brasil, ela chegou em 2010, e primeiramente era feita apenas pelo comércio online, os e-commerces, e depois chegou às lojas físicas.

 

Imagem: Cake ERP.

 

Se você está pensando em entrar na maior onda de descontos, ainda dá tempo de organizar tudo e ter um resultado positivo aplicando preços baixos, com descontos reais.

 

Lembre-se é preciso um planejamento com objetivos bem estabelecidos, seja de alavancar as vendas, fazer sua loja ser reconhecida ou fidelizar seus clientes, por exemplo.

 

Este ano, a Black Friday acontece no dia 29 de novembro, veja 5 dicas de como se preparar para as vendas da Black Friday:

 

1. Selecione os produtos e descontos

Quanto mais produtos e mais descontos você tiver mais difícil será de gerenciar. Por isso, selecione no seu mix de produtos no que é interessante oferecer descontos, quanto de margem de lucro você terá e, assim, quantos por cento conseguirá dar de desconto.

 

2. Organização é a base de tudo

Se você tiver uma loja física, certamente terá uma escala de funcionários para trabalhar nesse dia. Mas no e-commerce não é diferente. Certifique-se que a sua equipe é adequada e conseguirá dar suporte a todo esse volume.

 

3. Cuide os prazos de entrega

Quem compra na Black Friday, certamente não gostaria de receber o produto no Carnaval. Por isso, é muito importante entrar em contato com a transportadora e saber qual prazo cada produto terá. Se você tiver um e-commerce, deverá ter um aviso informando quanto tempo levará para chegar a encomenda. Seja sempre transparente com o seu cliente!

 

4. Atendimento e pós-vendas

O atendimento é muito importante não só no comércio físico, o e-commerce também precisa de um atendimento rápido, eficaz e que ajude o cliente.

 

Se o seu site tiver um ícone de Whatsapp ou bate-papo, por exemplo, esteja online para responder e sanar as dúvidas. Muitas vezes são coisas simples, mas a pessoa precisa daquela resposta para fechar a compra.

 

No pós-vendas é a mesma coisa, verifique se a compra está certinha, envie mensagem para o cliente dizendo que está tudo certo e que a compra dele virá corretamente. Além de conquistar a confiança do seu público, você certamente fará a diferença na decisão de uma segunda compra ou até mesmo na indicação da sua loja.

 

5. O consumidor está sempre de olho!

Lembre-se: todos nós somos consumidores. Por isso, não só na hora de vender um produto devemos agir eticamente, mas na hora de adquirir também é importante ter atenção.

 

Sites como o Zoom, e Buscapé, por exemplo, fazem um acompanhamento detalhado dos preços que é muito interessante. É possível comparar se o e-commerce fez aquele velho truque de aumentar os preços para dar um super desconto na Black Friday.

 

Na imagem abaixo, o produto estava mais barato e teve uma inflação no último mês, fazendo com que agora o desconto seja maior.

 

Imagem: Retirada do site Zoom.com

 

Seguindo essas dicas básicas você estará pronto para arrasar na Black Friday e ter muito sucesso nas vendas. Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco!